home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
13/01/14
Google se reúne com a FDA sobre lentes de contato com biossensores
Reunião, segundo Bloomberg, entre cientistas das empresas aumentou os rumores sobre a criação de um novo produto que poderia utilizar a mesma tecnologia do Google Glass
Da redação

A Google Inc. enviou funcionários que pertencem a um grupo pesquisas secretas, Google X, para reunir-se com reguladores da Administração de Alimentos e Drogas (FDA), agência que supervisionam dispositivos médicos. O encontro, em Silver Spring, Maryland, sede da agência, aumentou os rumores relacionados à criação de um novo produto que poderia utilizar biosensores da mesma unidade que desenvolveu os óculos informatizados, o Google Glass. Com informações da Bloomberg e dos portais O Globo e Exame.

De acordo com o calendário público da agência, os funcionários da Google se reuniuram com funcionários da FDA que regulam dispositivos para olhos e diagnósticos de condições cardíacas. Na reunião, que envolveu pelo menos quatro funcionários da Google -- alguns com conexões com o grupo Google X --, foram realizaram pesquisas sobre sensores, incluindo lentes de contato que ajudam os portadores a monitorar dados biológicos. 

À medida que a tecnologia e a medicina se unem para oferecer maior controle aos usuários, inovações como os desenvolvedores de aplicativos de saúde para dispositivos móveis e as companhias de análise de DNA atravessam dificuldades para cumprir exigências da fiscalização federal. Em novembro, a FDA ordenou à 23andMe Inc. -- empresa financiada pela Google --, que detivesse as vendas do seu teste pessoal de genes, dizendo que não tinha obtido aprovação da agência.

A Google, que está se expandindo para além do seu negócio principal -- os motores de busca --, investe em projetos a longo prazo em seu laboratório X. São projetos que poderiam levar oportunidades ao mercado, como os dispositivos Glass, carros sem motorista e balões de alta altitude que fornecem serviços de Internet sem fio. 

De acordo Larry Page, co-fundador e atual presidente da Google, embora seja possível que alguns dos projetos não ofereçam lucros ou receita significativos, a companhia está comprometida a apostar na pesquisa e no desenvolvimento. “A nossa principal tarefa, obviamente, é descobrir como investir mais para conseguir melhores resultados para o mundo e para a companhia”, disse Page, durante uma teleconferência com analistas, em julho. “E eu penso que com certeza essas oportunidades estejam lá”.

Google Glass - A Google já apresentou os dispositivos Glass, acessório em forma de óculos que possibilita a interação dos usuários com diversos conteúdos em realidade aumentada. Os dispositivos, atualmente utilizados por examinadores e desenvolvedores, ainda não estão amplamente disponíveis para os consumidores.

O calendário público da FDA revelou ainda que os representantes da Google se reuniram com o diretor da secretária da agência encarregada de avaliar os aplicativos de dispositivos para a aprovação do marketing, e com o conselheiro da FDA, que escreveu as diretrizes da agência para aplicativos médicos em dispositivos móveis.

Jennifer Rodriguez, porta-voz da FDA, confirmou a reunião, mas não deu muitas informações. Segundo ela, a visita da Google foi um encontro apenas para que as partes pudessem "se conhecerem e conversar".

Entre os cientistas da Google que participaram do encontro estão Andrew Conrad, cofundador do Instituto Nacional de Genética dos EUA; Brian Otis, pesquisador da Universidade de Washington que detém uma patente sobre uma lente de contato capaz de se comunicar de forma wireless com um biossensor; e Zach Liu, que já trabalhou nos Laboratórios Abbott e detém uma patente sobre aparelhos que usam fluidos corporais para detectar níveis de substâncias como glicose ou colesterol.

Trabalho de engenharia - Otis está de folga da Universidade de Washington, em Seatlle, onde é professor associado do departamento de Engenharia Elétrica, para trabalhar na Google, segundo informações da universidade. Otis, que já trabalhou em biosensores, é dono de uma patente que envolve uma lente de contato que funciona sem fio com um biosensor.

Um dos parceiros de Otis é Babak Parviz, que esteve envolvido no projeto do Google Glass e discutiu a colocação de telas em lentes de contato, incluindo lentes que monitoram a saúde do portador.

Liu, que antigamente trabalhou com a fabricante de dispositivos médicos Abbott Laboratories, também é dono de uma patente que envolve dispositivos que usam os fluidos corporais para ler os níveis de substâncias humanas como a glicose ou o colesterol.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.