home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
25/02/15
Hospital da PUC-RS capacita-se para tratar oclusão crônica em artérias do coração
A PUC-RS firmou parceria com o Saiseikai Yokohama City Eastern, do Japão
Da Redação

O Hospital São Lucas (HSL), da PUC-RS, firmou parceria com o Saiseikai Yokohama City Eastern Hospital, do Japão, para capacitar-se no tratamento de oclusões crônicas do coração. A parceria foi intermediada pelo médico Toshiya Muramatsu, um dos líderes mundiais nessa tecnologia, que visitou o São Lucas para tratar de pacientes com o problema. Denise Pellegrini, da equipe do Centro de Diagnóstico da PUC-RS, ressalta que a técnica vai otimizar o que já é praticado pelo hospital. "São técnicas que usamos aqui, que estão sendo aprimoradas com a interação do Japão", ressaltou a médica.

Alguns profissionais brasileiros fizera curso de capacitação na instituição japonesa, segundo o chefe de serviço Paulo Caramori, o objetivo é transformar o HSL como centro e referência no tratamento de oclusões crônicas com o aprimoramento das tecnologias e técnicas do hospital japonês. O próximo passo da parceria é desenvolver iniciativas a distância, trazer materiais e implantar novas tecnologias na unidade brasileira.

Aproximadamente 20% dos pacientes que realizaram cateterismo cardíaco no Brasil sofrem de obstrução das artérias coronárias, cujos sintomas são angina, falta de ar, cansaço, enfraquecimento do coração e diminuição da sobrevida. Quando a interrupção súbita se dá lentamente (oclusões crônicas), pode passar passar assintomática e, se não imediatamente tratada, de difícil tratamento. A cirurgia cardíaca com ponte de safena é apontada pelos especialistas como a solução mais comum. No entanto, a operação é bastante invasiva e há casos em que o paciente não pode se submeter a ela. Desta forma a recanalização é feita por meio de cateter.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.