home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
15/08/16
Hospital usa Pokémon Go para ajudar crianças a saírem dos quartos
Jogo virou ferramenta de tratamento no C.S. Mott Children’s Hospital, em Ann Arbor, Michigan (EUA), ao distrair pacientes desmotivados
Da redação

Aproveitando a febre do Pokémon Go, que faz com que o jogador precise andar e mover o seu celular para jogar, o C.S. Mott Children’s Hospital, em Ann Arbor, Michigan (EUA), resolveu utilizar o jogo a seu favor. O aplicativo tornou-se um aliado na tentativa de fazer com que crianças internadas saiam de seus quartos, o que pode ser difícil caso elas se sintam desmotivadas durante o tratamento.

Alem disso, a iniciativa mudou o astral dos pequenos pacientes, que antes andavam cabisbaixos pelos corredores, sem falar uns com os outros. Agora, eles brincam uns com os outros, tiram fotos com os animais "capturados" e divertem próximos às pokéstop, espécie de lojas virtuais do jogo.

Para J.J. Bouchard, gerente de mídia digital do C.S. Mott Children’s Hospital e especialista em estilo de vida de crianças, graças ao Pokémon Go os pacientes estão se comunicando mais e a rotina dentro do hospital mudou. "É uma forma divertida de incentivar as crianças a se mexerem e andarem pelo hospital", disse.

Jennifer Griggs, pai de Braylon, de 11 anos, que está no hospital para tratar um tumor cerebral inoperável, baixou o app para ajudar a distrair o filho. Conforme Griggs, era deprimente ver o filho no hospital por muito tempo e ele achou que seria bom tentar tirá-lo do quarto.

No entanto, outros hospitais da região têm reclamado de pessoas que vão às instalações para jogar. Segundo Bouchard, o Mott Children’s Hospital está ciente da situação, mas sabe ainda não houve incidentes. "Colocamos avisos para que ninguém tire fotos de pacientes sem a permissão ao pegar os pokémons e até agora está tudo bem", afirma.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.