home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
25/03/14
IBM quer utilizar supercomputador Watson no combate ao câncer
Em parceria com consórcio da área de saúde, a empresa de tecnologia vai usar Watson para escanear mutações genéticas e descobrir o melhor tratamento para cada tipo de câncer
Da redação

São Paulo - Em breve, o supercomputador Watson, tecnologia projetada para diagnóstico clínicos em 2007, ganhará uma nova utilidade. Após vencer o programa de perguntas e respostas Jeopardy!, a criação da IBM vai encarar o desafio de auxiliar médicos no tratamento do câncer. As informações são da Exame.

Atualmente, pacientes com câncer são tratados de acordo com a parte do corpo onde o tumor aparece e o problema desse modelo de tratamento é que o tumor não varia apenas em função da área onde se manifesta, mas também por conta de mutações genéticas. A ideia da IBM é analisar como essas mudanças de DNA se relacionam e, a partir disso, desenvolver tratamentos personalizados de câncer para cada paciente.

Nessa nova missão, a empresa de tecnologia contará com o apoio do New York Genome Center (NYGN), consórcio que reúne hospitais e escolas de medicina de Nova York. Na prática, a nova tarefa de Watson será escanear milhares de mutações presentes em cerca de 20 pacientes com glioblastoma -- tipo de mais comum de tumor maligno no cérebro.

As informações serão reunidas em um estudo e ficará à disposição de médicos, que poderão utilizá-las para saber qual o melhor tratamento para cada tumor. Segundo afirmou Bob Darnell, coordenador e diretor científico do NYGN, em entrevista ao site americano Fast Company, o Watson pode ser usado, em vez de ganhar o Jeopardy!, para vencer o câncer. Além de ser utilizado para ajudar no tratamento da doença, o Watson também pode chegar em breve às telas de tablets e smartphones.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.