home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
19/12/11
Software rastreia tumores cancerígenos automaticamente
Empresa fluminense DRV Desenvolvimento & Tecnologia prevê lançamento no mercado ainda no primeiro semestre de 2012
Da redação

Um novo software promete agilizar o rastreamento de imagens médicas para detectar possíveis tumores cancerígenos de mama e pulmão. O Sistema de Análise de Imagens Médicas (Saim), criado por pesquisadores da empresa fluminense DRV Desenvolvimento & Tecnologia Ltda., garante identificar os tumores, analisando mais de uma centena de imagens de tomografias computadorizadas, ressonâncias magnéticas e raios X, em uma média de dois a três minutos. Com um índice de acerto de cerca de 94%, o protótipo do software já foi testado em escala de laboratório. Em fase final de aprimoramento, a previsão é de que entre no mercado ainda no primeiro semestre de 2012. As informações são do Jornal do Brasil.

 

O Saim usa imagens de tumores malignos já diagnosticados e armazenados em seu banco de dados. O sistema faz o rastreamento automático de centenas de imagens médicas de um determinado paciente, identifica e classifica os nódulos, como malignos ou benignos, de acordo com o formato, taxa de crescimento e morfologia. "Atualmente, essa identificação é feita por profissionais de radiologia em, no mínimo, duas a três horas. Ou seja, um tempo significativamente maior", explica o engenheiro e eletricista e diretor da DRV, Carlos Tadeu Santos Alves.

 

O programa foi desenvolvido com tecnologia nacional em parceira com pesquisadores de vários centros de pesquisa do país. "O sistema disponibiliza ferramentas computacionais de segmentação e separação manual e automática para que o especialista possa obter resultados mais precisos sobre seus pacientes. O sistema não pretende substituir os especialistas e sim auxiliá-los no diagnostico dando-lhes uma segunda opinião", afirma Tadeu.

 

Para o engenheiro, outro benefício do sistema é permitir o armazenamento e envio de resultados através de microcomputadores comuns. "Desta forma, poderíamos reduzir enormemente os custos de deslocamento de pacientes com o simples envio das informações geradas pelo Saim a especialistas que trabalhem nos grandes centros", acrescenta.

 

O diretor da DRV pretende buscar um parceiro na rede pública estadual de saúde para testar e validar o novo sistema. "O ideal seria iniciarmos os testes no Instituto Nacional do Câncer (Inca) ou mesmo o Instituto Fernandes Figueira (IFF), centros de referência na área médica da cidade", destaca Tadeu. 



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.