home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
29/05/12
USP terá um dos maiores bancos de dados sobre doenças genéticas
Pesquisadores da universidade paulista levaram cinco anos para desenvolver o software do banco de dados que será implantado em centro ligado ao Instituto de Biologia
Da redação

O Centro de Estudos do Genoma Humano (CEGH), do Instituto de Biologia da Universidade de São Paulo, está implantando um software que vai possibilitar o armazenamento de dados clínicos e informações genômicas e de testes moleculares. As informações são do portal "Terra".

 

As informações armazenadas serão de pacientes do próprio centro. Desde a sua fundação no ano 2000, o centro já atendeu cerca de 80 mil pessoas pertencentes a famílias afetadas por doenças genéticas.

 

O programa permitirá que o CEGH tenha um dos maiores bancos de dados de doenças genéticas raras da população brasileira, com informações principalmente sobre doenças neuromusculares, malformações congênitas, de déficit cognitivo, obesidade de causa genética e autismo.

 

Células-tronco - O banco de dados já surgirá com 300 amostras de células-tronco de pacientes com doenças genéticas raras do Brasil.

 

O banco de dados foi desenvolvido ao longo de cinco anos por pesquisadores do Grupo de Modelagem de Banco de Dados, Transações e Análise de Dados (Data Group), do Instituto de Matemática e Estatística (IME) e do Centro de Bioinformática da Universidade de São Paulo (USP).



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.